Brasileirão de volta: veja reforços, saídas e situação financeira do seu time para o segundo semestre

Brasileirão de volta: veja reforços, saídas e situação financeira do seu time para o segundo semestre IMAGE

GLOBOESPORTE.COM / GLOBOESPORTE.COM


Depois de um mês de interrupção para a Copa América, o Campeonato Brasileiro volta neste fim de semana. A expectativa, a julgar pelas promessas de que a pausa seria boa para treinamentos, é de evolução técnica e tática para os 20 clubes. Muitos, aliás, se reforçaram. Outros acabaram perdendo jogadores importantes. E é fato que ainda teremos um mercado de transferências bem movimentado até 31 de julho, quando fecha a janela do exterior para o Brasil.

Por isso, fizemos este GUIA, mostrando a situação atual de cada clube, quem já chegou, quem pode chegar, quem já saiu, quem ainda pode sair e, claro: quem seu time tem de contratar.

A ordem dos clubes aqui nesta guia é a mesma da tabela do Brasileirão. Ou seja: primeiro Palmeiras, depois Santos, então Flamengo... até chegar ao Avaí, lanterna da competição.

PALMEIRAS

Situação atual: líder isolado, com folga de cinco pontos para o Santos, o Palmeiras deu dez dias de folga ao elenco, que se reapresentou em 24 de junho e na sequência disputou um amistoso e dois jogos-treino. A única contratação foi o meio-campista Ramires, mas dois atacantes também reforçarão o grupo no segundo semestre: Willian, recuperado de cirurgia no joelho direito, e o colombiano Angulo, promovido ao profissional;Situação financeira: com dinheiro para gastar;Precisa vender? Não;Precisa de: no entendimento do clube, de mais nenhum reforço;

Quem já chegou: Ramires, que estava sem contrato desde que rescindiu com o Jiangsu Suning, da China;Quem pode chegar: a diretoria diz não ter nenhum negócio em vista;Quem saiu: o zagueiro Juninho e o meia Guerra, emprestados até o fim do ano ao Bahia;Quem pode sair: o lateral-direito Fabiano.

SANTOS

Situação atual: chegou à pausa do Brasileirão na vice-liderança, com 20 pontos, cinco a menos do que o Palmeiras. Durante o período sem jogos, o elenco ganhou 11 dias de folga. No retorno dos trabalhos, Sampaoli comandou atividades em dois períodos, e o Peixe fez dois jogos-treino. O meia Evandro foi a única contratação. No segundo semestre, o Peixe terá apenas o Brasileirão para disputar. O elenco perdeu peças importantes, como Jean Lucas e Rodrygo, e a diretoria está atrás de oportunidades no mercado. Falta dinheiro para investir.Situação financeira: disposto a gastar o que não tem;Precisa vender? Sim;Precisa de: lateral-direito, volante e atacante de beirada de campo;

Quem já chegou: o meia Evandro, que teve encerrado seu contrato com o Hull City, da Inglaterra;Quem pode chegar: não há nenhuma negociação em aberto;Quem saiu: Rodrygo (Real Madrid), Jean Lucas (Lyon, da França), Felippe Cardoso (Ceará), Copete (Pachuca, do México) e Cleber Reis (Oeste);Quem pode sair: Lucas Veríssimo (sempre cotado por clubes europeus, mas não tem proposta oficial ainda), Fabián Noguera (retornou de empréstimo e está fora dos planos), Bryan Ruiz e Matheus Ribeiro (também fora dos planos).

FLAMENGO

Situação atual: o português Jorge Jesus chegou trabalhando pesado no Ninho do Urubu, com treinos intensos, um grande reforço (Rafinha) e uma nova forma de jogar. O 4-2-3-1 da época de Abel Braga deu lugar a um 4-1-3-2, com muita cobrança de obediência tática por parte do português. Com Jorge Jesus no comando, o Flamengo briga pelos títulos da Copa do Brasil, da Libertadores e do Brasileirão;Situação financeira: depois de gastar mais de R$ 100 milhões no início do ano para contratar De Arrascaeta, Bruno Henrique, Rodrigo Caio e Rafinha, o Flamengo busca um zagueiro canhoto, um lateral-esquerdo, um segundo volante e um atacante. 

A proposta recusada pelo Fluminense de 10 milhões de euros por 70% do atacante Pedro, por exemplo, dá uma noção do tanto que o clube está disposto a gastar;Precisa vender? Não. Com a situação financeira equilibrada, o Flamengo não tem urgência em movimentar o caixa com venda de jogadores no segundo semestre;Precisa de: um zagueiro pela esquerda, um lateral-esquerdo, um segundo volante e um atacante. 

Estas são as carências identificadas por Jorge Jesus;Quem já chegou: Rafinha (Bayern de Munique);Quem pode chegar: o Flamengo negocia com o meia Gerson, da Roma, e aguarda uma resposta de Filipe Luís, que teve o contrato encerrado com o Atlético de Madrid. O clube busca ainda um zagueiro e um atacante.Quem saiu: ninguém.

Quem pode sair: o volante Ronaldo (Santos e Bahia querem o empréstimo); jovens como o lateral-direito Klebinho e o zagueiro Rafael Santos estão sem espaço e o Flamengo não será contra a liberação em caso de proposta. Experientes, Pará e Trauco estão nos seis meses finais de contrato e também não estão entre os favoritos em suas posições. Por fim, Gustavo Cuellar já deixou claro que deseja jogar na Europa e aguarda propostas.

INTERNACIONAL

Situação atual: assim como em 2018, o Inter realizou sua intertemporada em Atibaia (SP). O time perdeu o lateral-esquerdo Iago para o futebol alemão. Repôs com Natanael, repatriado da Bulgária. Em quarto lugar no Brasileirão, o Colorado terá pela frente as fases decisivas da Libertadores e Copa do Brasil e colocará a força de seu elenco à prova; Situação financeira: o Inter fechou os primeiros quatro meses do ano com um déficit de R$ 33 milhões. A venda de Iago e outros negócios deram fôlego ao caixa, mas o clube segue sem dinheiro para investir em grandes contratações; Precisa vender? Não necessariamente, já que a expectativa da diretoria é diminuir o déficit com outras receitas, como os direitos de televisão; Precisa de: um atacante de lado e um meia de criação;

Quem já chegou: Natanael (lateral-esquerdo, ex-Ludogorets, da Bulgária);Quem pode chegar: mais um atacante;Quem saiu: Iago (Augsburg, da Alemanha) e Jonatan Alvez (Junior Barranquilla, da Colômbia);Quem pode sair: Edenílson (Al Hilal, da Arábia Saudita).

ATLÉTICO-MG

Situação atual: a opção foi por trabalhar em seu centro de treinamentos e se preparar em casa para as três competições que terá no segundo semestre: Copa do Brasil, Brasileirão e Sul-Americana. Três reforços foram contratados: Rômulo Otero, Lucas Hernández e Ramón Martínez. 

O discurso do Atlético é de que vai brigar pelas três competições, mas a tendência é que foque nos dois mata-matas e tente se manter bem no Campeonato Brasileiro, sempre na parte de cima da tabela de classificação;Situação financeira: sem dinheiro, irmão. Com as contas apertadas, o Galo foi ao mercado em busca de reforços não muito caros;Precisa vender? Sim;Precisa de: um camisa 10;Quem já chegou: Ramón Martínez, Lucas Hernández e Rômulo Otero; Bruno Silva (para base);Quem pode chegar: nenhuma negociação em andamento;Quem saiu: Nathan, Leandrinho, Matheus Mancini, Renan Guedes e Martín Rea;Quem pode sair: nenhuma negociação em andamento.

GOIÁS

Situação atual: com campanha até melhor do que o esperado, o Goiás aproveitou o período para descansar e trabalhar. O banho de água fria foi o aumento da suspensão por doping de Walter, que era a principal aposta da equipe para o segundo semestre. Sem outro torneio no segundo semestre, o foco é todo no Brasileirão;Situação financeira: disposto a fazer contratações pontuais;Precisa vender? Não.Precisa de: um volante, um atacante de velocidade e um centroavante;

Quem já chegou: Paulo Ricardo (zagueiro, que estava no Fluminense);Quem pode chegar: não há negociações em andamento;Quem saiu: Nilson Loyola (lateral-esquerdo, foi para o Sporting Crystal) e Ratinho (volante, foi para o Gwangju, da Coreia do Sul);Quem pode sair: Walter (suspenso por doping, pode não jogar caso a pena de mais um ano seja mantida).

BOTAFOGO

Situação atual: depois de 11 dias de folga, o elenco voltou aos trabalhos no dia 24 de junho no Nilton Santos, alguns dias em dois períodos, mas não fez nenhum jogo-treino. A meta é manter o bom aproveitamento do início do Brasileiro para tentar uma vaga na Libertadores de 2020. Além disso, o time disputa a Sul-Americana. Os dois jogos com o Atlético-MG, pelas oitavas de final, estão marcados para os dias 24 e 31 de julho. 

Com uma condição financeira delicada e dois meses de salários atrasados, o Alvinegro não terá grandes investimentos na temporada.Situação financeira: sem dinheiro, irmão.Precisa vender? Sim, desesperadamente.Precisa de: lateral-direito e meia de criação.Quem já chegou: Biro Biro, atacante que estava no São Paulo.

Quem pode chegar: não há negociações no momento.Quem saiu: Glauber, zagueiro do sub-20, foi negociado com o Al-Nars, dos Emirados Árabes; meia-atacante Gustavo Ferrareis, emprestado ao Botafogo pelo Internacional, foi para o Avaí.Quem pode sair: Leo Valencia tem interesse em deixar o Botafogo, mas o clube ainda não recebeu propostas pelo meia.

BAHIA

Situação atual: encerrou o primeiro semestre em alta, mas perdeu duas peças: o lateral-esquerdo Paulinho foi vendido para o Midtylland, clube da Dinamarca, e o volante Douglas Augusto, emprestado pelo Corinthians, foi negociado com o PAOK, da Grécia. Juninho e Guerra foram emprestados pelo Palmeiras, Marllon foi cedido pelo Corinthians e Giovanni veio da Ponte Preta. Além do Brasileirão, a equipe de Roger Machado tem a Copa do Brasil pela frente.Situação financeira: tudo bem, obrigado, sem atrasos salariais e com investimentos pontuais para adquirir novos jogadores. O caixa foi reforçado recentemente com as vendas de Paulinho, Rodrigo Becão e Luís Fernando, negociações que renderam mais de R$ 10 milhões.Precisa vender? Não.Precisa de: volante.

Quem já chegou: o zagueiro Juninho e o meia Alejandro Guerra, emprestados pelo Palmeiras, o zagueiro Marllon, cedido pelo Corinthians, e o lateral-esquerdo Giovanni, ex-Ponte Preta.Quem pode chegar: meia Lucca, do Corinthians, e volante Ronaldo, do Flamengo.Quem saiu: Paulinho e Douglas Augusto.Quem pode sair: ninguém.

SÃO PAULO

Situação atual: passou duas semanas em período de concentração no CT de Cotia, com exceção das folgas aos domingos. No mercado, a expectativa era pela chegada de um lateral-direito e um centroavante. Até o momento só o setor ofensivo foi preenchido com a contratação de Raniel. Tem só o Brasileirão pela frente e conta com um bom treinador e jogadores de qualidade para brigar na parte de cima da tabela; 

Situação financeira: com problema de fluxo de caixa, pegou R$ 18 milhões em empréstimos com bancos. Atrasou o pagamento dos direitos de imagem de 20% do elenco: alguns há dois meses e outros há três; Precisa vender? Sim, desesperadamente. A meta é arrecadar R$ 120 milhões em vendas no ano, mas o clube ainda não atingiu nem metade desse valor;Precisa de: lateral-direito;Quem já chegou: Raniel (comprado do Cruzeiro);

Quem pode chegar: um lateral-direito. Abriu negociações com Adriano (que joga nos dois lados), mas desistiu. Gilberto, do Fluminense, também foi avaliado;Quem saiu: Rodrigo (Portimonense), Lucas Paes (Louletano), Biro Biro (Botafogo) e Paulinho Bóia (São Bento, antes estava no Portimonense);Quem pode sair: Bruno Peres, Nenê, Jucilei (os três foram liberados dos treinamentos no clube), Lucas Kal, Lucas Perri, Arboleda, Lucas Fernandes e Júnior Tavares (os dois últimos estavam emprestados e retornaram).

CORINTHIANS

Situação atual: com o Brasileirão e a Copa Sul-Americana pela frente, o Corinthians disputou três amistosos e não empolgou (perdeu para Botafogo-SP e Londrina e venceu o Vila Nova). O time praticamente não apresentou evolução e sofreu com desfalques, como o atacante Everaldo e os meias Ramiro e Jadson (nenhum 100% fisicamente). O zagueiro Gil é um baita reforço, mas Fábio Carille diz que ainda precisa de mais dois jogadores "de profundidade", sejam meias ou pontas. 

Dificilmente a diretoria atenderá seus pedidos; Situação financeira: sem dinheiro e disposto apenas a contratar se houver alguma boa "oportunidade de mercado". O clube exerceu o direto de compra do lateral-esquerdo Danilo Avelar por 1,5 milhão de euros (R$ 6,5 milhões). Já o zagueiro Gil veio sem custos de compra de direitos; Precisa vender? Sim. A ideia é vender "um ou dois" jogadores para arrecadar os R$ 50 milhões previstos no orçamento. 

Por enquanto, vendeu o volante Douglas ao PAOK, da Grécia, por 3 milhões de euros (R$ 13 milhões);Precisa de: meias ou atacantes de beiradas, segundo o técnico Fábio Carille; Quem já chegou: Gil (zagueiro, contrato de seis meses com possibilidade de renovação por três anos); Quem pode chegar: não há nenhum jogador com negociações em andamento;

Quem saiu: o zagueiro Pedro Henrique (Athletico-PR), o volante Richard (Vasco), o atacante Sergio Díaz (rescindiu contrato), o zagueiro Marllon (Bahia) e o volante Dogulas (que estava no Bahia, foi vendido ao PAOK, da Grécia);Quem pode sair: o atacante Romero, com contrato até dia 14 de julho, não terá o vínculo renovado. O meia chileno Araos será emprestado. Já o goleiro Walter, com contrato até dezembro, já foi informado que não terá o vínculo renovado e interessa ao Fluminense e ao Ceará. Pedrinho está em alta no mercado e Clayson recebeu sondagem do futebol mexicano.

GRÊMIO

Situação atual: depois de 10 dias de folga, o elenco encarou um período de duas semanas de treinos. Alguns lesionados estão de volta, como Kannemann, Cortez e Luan. Porém, Michel passou por cirurgia no joelho e é baixa por cerca de um mês. Com quase todos os jogadores à disposição, Renato Gaúcho espera acabar com a irregularidade do primeiro semestre e brigar por título em pelo menos uma das três competições restantes; Situação financeira: estável. Em 2018, o clube registrou um superávit recorde de R$ 54 milhões e a maior receita de sua história. 

Mesmo assim, não saiu gastando; Precisa vender? Não. Mas o clube considera difícil segurar Everton, destaque com a Seleção na Copa América; Precisa de: um volante para compor elenco e de um atacante, caso perca Everton; Quem já chegou: David Braz (zagueiro, estava no Sivasspor, da Turquia);Quem pode chegar: Rafael Carioca (volante do Tigres, do México);Quem saiu: Montoya (Racing, da Argentina);Quem pode sair: Everton e Kannemann, ambos na mira do futebol europeu.

ATHLETICO-PR

Situação atual: teve perdas importantes, como o zagueiro Thiago Heleno, que caiu no doping, assim como o volante Camacho, além da venda do lateral-esquerdo, Renan Lodi, para o Atlético de Madrid. O técnico Tiago Nunes tem falado em buscar novas alternativas em meio aos desfalques, para manter a equipe competitiva. 

O mês de julho será a prova de fogo do Furacão, que tem o Flamengo nas quartas de final da Copa do Brasil e o Boca Juniors pelas oitavas da Libertadores;Situação financeira: a venda de Renan Lodi por cerca de 20 milhões de euros (R$ 85 milhões) deu fôlego ao Athletico, mas o clube ainda precisar pagar as dívidas com o Fundo de Desenvolvimento Estadual (FDE) pelas reformas da Arena da Baixada para a Copa 2014. O valor estimado é de R$ 430 milhões;Precisa vender? Sim. 

Depois da saída de Renan Lodi, o zagueiro Léo Pereira e o volante Bruno Guimarães são os mais assediados. Bruno Guimarães chegou a receber uma proposta de R$ 170 milhões da China, mas preferiu ficar e esperar pela Europa;Precisa de: zagueiros. A defesa é o principal problema do Athletico, que perdeu Thiago Heleno (doping) e Paulo André (aposentado). Outra carência é um substituto para Lodi na lateral esquerda;Quem já chegou: o zagueiro Pedro Henrique foi emprestado pelo Corinthians;

Quem pode chegar: o lateral esquerdo Abner, da Ponte Preta, está na mira, além do zagueiro Wallace (ex-Fla e Corinthians);Quem saiu: Renan Lodi, para o Atlético de Madrid, e Paulo André aposentado; Quem pode sair: Nikão pode deixar o time para o futebol árabe, Léo Pereira e Bruno Guimarães estão abertos a negociações para a Europa.

CEARÁ

Situação atual: dos 11 dias da folga dada pela comissão técnica, Enderson Moreira contou com alguns jogadores que voltaram antes do tempo para aprimorar a parte física. Com Thiago Galhardo a equipe ganhou uma válvula durante a competição, mas padece de atacantes de referência. Com saída de Ricardo Bueno para o CSA, Romário e Bergson são os únicos da posição. Juninho Quixadá e Wescley se recuperaram de lesão e já estão à disposição;Situação financeira: com dinheiro para gastar (mas não muito);Precisa vender? Não;Precisa de: goleiro, zagueiro, meio-campo e centroavante;

Quem já chegou: Felippe Cardoso, atacante, emprestado pelo Santos; Quem pode chegar: meia-atacante Lima, do Grêmio;Quem saiu: Ricardo Bueno;Quem pode sair: ninguém.

FORTALEZA

Situação atual: foram 12 dias de descanso e somente uma contratação até o momento. A equipe de Rogério Ceni precisa de reforços, principalmente após perder Júnior Santos, Marcinho e Matheus Alessandro no setor de ataque. O meia Dodô e o zagueiro Patrick também saíram; Situação financeira: sem dinheiro, irmão; Precisa vender? Sim;Precisa de: zagueiro, meio-campo e atacante;

Quem já chegou: Mariano Vásquez, meio-campista de 26 anos, que estava no Deportivo Pasto, da Colômbia. Ele tem passagens por Atlético Nacional, Tolima, La Equidad e Fortaleza CEIF;Quem pode chegar: não há nenhuma negociação em andamento;Quem saiu: Patrick (Vila Nova), Dodô (Khor Fakkan - Emirados Árabes), Júnior Santos (Kashiwa Reysol), Matheus Alessandro (Daejeon Citizen, da Coreia do Sul) e Marcinho (rescindiu contrato);Quem pode sair: nenhum jogador do elenco tem seu nome envolvido em negociação.

VASCO

Situação atual: o período sem Campeonato Brasileiro foi produtivo para o Vasco. O time de Vanderlei Luxemburgo teve quatro testes, além de vários treinos, e venceu todos: 3 a 0 no Madureira, 2 a 0 no Rio Branco, 1 a 0 no Atlético-GO e 3 a 1 no Foz do Iguaçu. No segundo semestre, a meta é se livrar do rebaixamento no Brasileirão;Situação financeira: sem dinheiro, irmão;Precisa vender? Sim;Precisa de: centroavante;

Quem já chegou: o volante Richard (Corinthians) e o meia Marquinho (sem clube);Quem pode chegar: algum centroavante, mas não há negociação avançada;Quem saiu: Caio Monteiro (Paraná), Gabriel Félix (São Bento), Luiz Gustavo (Guarani), Bruno Silva (Guarani) e Willian Maranhão (América-MG);Quem pode sair: Vinicus Araújo, Ribamar, Jairinho e Claudio Winck.

FLUMINENSE

Situação atual: com um elenco curto e desgastado devido à série de jogos no 1º semestre, o Fluminense aproveitou a Copa América para recuperar os diversos jogadores lesionados para dar sequência às disputas do Brasileirão e da Sul-Americana. O clube, que já estava à procura de um goleiro, teve de acelerar as buscas em razão do doping de Rodolfo e trouxe Muriel, única contratação até o momento.Situação financeira: sem dinheiro, irmão;Precisa vender? Sim;Precisa de: zagueiro, lateral-esquerdo e mais um goleiro;

Quem já chegou: Muriel, GOL (Belenenses-POR);Quem pode chegar: Nenê (São Paulo);Quem saiu: o zagueiro Paulo Ricardo, para o Goiás;Quem pode sair: Luciano, Gilberto, Pedro e Marlon.

CHAPECOENSE

Situação atual: foco total no Brasileirão. E, mais uma vez, o clube luta contra o rebaixamento, embora internamente exista a confiança de que o time possa disputar posição no meio da tabela. A parada da Copa América foi usada para diminuir o elenco, com mais saídas do que chegadas. O zagueiro Mauricio Ramos foi o único reforço até o momento, mas o Verdão ainda busca dois atacantes no mercado;Situação financeira: sem dinheiro, irmão;Precisa vender? Não;Precisa de: atacantes;Quem já chegou: o zagueiro Mauricio Ramos, que estava no Al-Sailiya, do Catar;Quem pode chegar: Pedro Henrique, atacante do PAOK, da Grécia;

Quem saiu: os atacantes Rildo (Daegu-COR), Victor Andrade (voltou ao Estoril-POR), Perotti (Nacional-POR), Bruno Silva (Atlético-MG, no sub-23), Lourency (Gil Vicente-POR) e Wesley Natã (Tsarsko Selo-BUL) , o meia Marcos Vinicius (devolvido ao Botafogo) e o volante Orzusa (voltou ao Nacional-PAR após empréstimo;Quem pode sair: o time não deve perder mais ninguém.

CRUZEIRO

Situação atual: após 11 dias de descanso, a equipe fez dois jogos-treino (perdeu para o América-MG por 2 a 1 e venceu o Internacional de Minas por 2 a 0). Agora, tem decisões pelas quartas de final da Copa do Brasil, contra o maior rival, o Atlético-MG, e pelas oitavas de final da Libertadores, contra o River Plate, atual campeão da América. No Brasileirão, o desafio é sair logo da zona de rebaixamento. Depois de ficar invicto nos primeiros 21 jogos da temporada, o time mineiro vem de nove partidas sem vencer; Situação financeira: sem dinheiro, irmão;Precisa vender? Sim, desesperadamente;Precisa de: atacante;Quem já chegou: ninguém;

Quem pode chegar: não há nenhuma negociação em andamento;Quem saiu: o zagueiro Murilo (vendido ao Lokomotiv Moscou, da Rússia), o volante Lucas Silva (voltou ao Real Madrid após empréstimo) e o atacante Raniel (vendido ao São Paulo);Quem pode sair: nenhuma negociação em andamento.

CSA

Situação atual: o CSA viveu um período de turbulência em junho. Pressionado pela torcida, o técnico Marcelo Cabo deixou o clube após derrota em amistoso contra o Sport. Argel Fucks chegou para o lugar dele. Situação financeira: sem dinheiro, irmão. Precisa vender? Não.Precisa de: um armador.

Quem já chegou: atacantes Rodolfo Gamarra (ex-Guarani-PAR), Julián Benítez (ex-Olimpia-PAR), Alecsandro (ex-São Bento) e Ricardo Bueno (ex-Ceará); volante Jean Cléber (ex-Marítimo-POR); zagueiro Alan Costa (ex-Coritiba); lateral-direito Euller (ex-Vitória); técnico Argel Fucks Quem pode chegar: sem nomes definidosQuem saiu: Matheus Sávio, Cristian Maidana, Pedro Rosa, Rony, Jhon Cley, Keirrison e Marcelo CaboQuem pode sair: atacante Manga Escobar e volante Bruno Ramires.

AVAÍ

Situação atual: lanterna do Brasileirão e único clube que ainda não venceu na competição, o Avaí mudou de técnico – saiu Geninho, entrou Alberto Valentim, que teve a chegada de alguns reforços. A luta é contra o rebaixamento.Situação financeira: chegou a ter problemas de salários no início do ano, mas afirma estar com os salários em dia. Tem a menor folha salarial da Série A; Precisa vender? Não;Precisa de: lateral-esquerdo, zagueiro e atacantes;

Quem já chegou: o técnico Alberto Valentim, o lateral-direito Léo (ex-Fluminense, estava sem clube), o meia Gustavo Ferrareis (Botafogo), o meia paraguaio Richard Franco, do Sol de América, e o atacante Bruno Sávio (NK Istra Pula, da Croácia);Quem pode chegar: nenhuma negociação em andamento;Quem saiu: o técnico Geninho e o atacante Jones Carioca tiveram os contratos rescindidos.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)