Juíz cancela eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Dourados

Eleição é suspende pela terceira vez (Foto: Dourados Agora)

Pela terceira vez foi adiada a eleição para escolha da nova Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Dourados. Os vereadores devem voltar ao plenário da Casa nesta segunda-feira (10) para decidir liminar que pede a substituição de nomes na chapa do candidato à presidência Pedro Pepa (DEM), preso semana passada junto aos vereadores Idenor Machado (PSDB) e Cirilo Ramão (MDB).

A sessão extraordinária deste domingo contou com a participação de todos os vereadores, mas foi cancelada pelo juiz plantonista Zaloar Murat Martins de Souza. Ele requereu que a eleição só deva ocorrer depois que o plenário, composto pelos vereadores, decida a substituição de Pedro Pepa e Cirilo Ramão por Bebeto (PR) e Jânio Miguel (PR).

A assessoria jurídica da Câmara havia indeferido o pedido de substituição, já que pelo regimento interno da Casa de Leis, os nomes de chapas devem ser inscritos até 48 horas antes da eleição.

No entanto, os vereadores aliados a Pepa, que são da base de sustentação da prefeita Délia Razuk, recorreram à justiça e solicitaram que o caso fosse julgado em plenário. O juiz Zaloar atendeu ao pedido e hoje os vereadores vão decidir sobre a substituição dos nomes.

O juiz ainda acatou pedido da defesa do grupo de Pepa para dar posse ao vereador suplente Maurício Lemes. Sob vaias, ele assumiu neste domingo a vaga do vereador Idenor, que pediu 32 dias de afastamento. Agora, o grupo de Pepa ganha mais um aliado e juntos têm nove votos, a maioria dos vereadores, para eleger a presidência.

Os parlamentares de sustentação da prefeitura são: Junior Rodrigues, Carlito do Gás, Cido Medeiros, Romualdo Ramim, Jânio Miguel, Juarez, Bebeto, Silas e Maurício Lemes. Os três vereadores presos também compõem o time.

O outro grupo na Câmara, formado por parlamentares independentes, tem como candidato à presidência o vereador Alan Guedes. O grupo ainda é composto por Marçal Filho, Madson Valente, Lia Nogueira, Daniela Hall, Sérgio Nogueira, Olavo Sul e Elias Ishy.

Os vereadores da base da prefeita criticaram a decisão da presidente da Câmara Daniela Hall de cancelar a sessão sem antes discutir a substituição dos nomes, no entanto, a vereadora declarou que a extraordinária deste domingo teria como objetivo apenas o de escolher a nova Mesa Diretora. Dessa forma, a eleição ficará para a sessão ordinária de hoje, que tem início às 17h30.

Diferentemente de hoje, cuja sessão foi suspensa por ordem judicial, na sexta-feira e no sábado não ocorreu por motivo de quórum.

O grupo de Pepa faltou, sem justificativa, manobra duramente criticada pelos parlamentares independentes e pelo público que acompanhou as sessões.

A ausência dos vereadores será analisada pela Comissão de Ética da Câmara, já que houve apenas uma justificativa de falta, de Cido Medeiros, no sábado, por motivos da religião não permitir trabalho aos sábados. Com Dourados Agora.

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)