Ladrão invade casa para roubar e obriga estudante a amarrar mãe antes de estuprá-la

MIDIAMAX

 

Filho da vítima, de 1 anos e três meses, estava no local

A Polícia Civil investiga o estupro de uma estudante de 21 anos que teria sido abusada sexualmente no Bairro Jardim Canguru, em Campo Grande. O crime aconteceu depois de a jovem ter a casa invadida por assaltante armado que rendeu a vítima, o filho dela, de 1 ano e três meses, e a mãe da estudante, que foi amarrada com um cadarço.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência, por volta das 23 horas mãe e filha estavam conversando quando foram surpreendidas pelo suspeito que forçou a porta da sala e invadiu o local apontando um revólver para a família. O autor levou as vítimas para um dos quartos e mandou a jovem amarrar as mãos da mãe com um cadarço. Ele ainda ameaçou ‘estourar a cabeça’ da mulher que segundo ele, estava ‘falando alto demais’.

Depois de render as duas, sempre apontando apontando a arma para as mulheres, o assaltante passou a revirar a casa em busca de dinheiro. Ele pegou um relógio, R$ 20 e um celular que pertenciam às vítimas.

Em seguida, ele levou a jovem para outro quarto, mandou que ela deitasse na cama e a estuprou. Durante o abuso, a estudante era ameaçada de morte caso denunciasse o estupro.

Antes de ir embora, o homem fez com que a jovem o ajudasse a se vestir e disse para que ela ‘obedecesse a mãe porque estava muito rebelde’. A vítima conta que o abusador estava com cheiro forte de álcool.

Quando o suspeito foi embora às vítima pediram ajuda para um tio da jovem. O caso foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) e o autor do crime já foi identificado.

 

Banner Lateral (1)
ouça online
Banner Lateral (2)